28 novembro, 2011

Postado por Renata Delmondes
Quando ví o comercial da Elsève na televisão falando sobre as vantagens de usar o seu mais novo produto/milagre, que combatia 5 sinais do cabelo danificado eu fiquei com uma mega vontade de testar e ver se o produto era realmente tudo aquilo que estava sendo mostrado.
Eu já até mostrei a composição do creme reconstrutor, mas não quis dizer nada afinal eu ainda não tinha uma opinião formada. Quer ler então clica aqui
E os produtos resenhados serão:

Creme Reconstrutor e Creme Noturno Elsève Reparação Total 5

A linha de reparação total promete combater os cinco sinais dos cabelos danificados; entre eles a porosidade, o frizz, a quebra, o ressecamento e a opacidade dos cabelos quimicamente tratados.

No post sobre a composição do creme reconstrutor eu expliquei o que cada um dos componentes da fórmula faz pelos cabelos, e este creme traz muitos ingredientes emolientes e hidratantes, além de possuir uma ceramida que é o seu principal componente ativo, porém o que mais me desagradou foi o uso de óleo mineral na composição.
O óleo mineral não é indicado para pessoas que utilizam secadores ou chapinhas com muito frequência pois o calor em contato com o óleo mineral pode estragar o fio de cabelo. Então um ponto a menos.
A consistência do produto e o cheiro são muito bons. A consistência faz com que o produto renda horrores e a cheiro é delicioso.
Agora vamos ao que interessa? O que eu achei de verdade!

Quando apliquei o creme no cabelo notei que o cabelo não agradece, o produto tem vários ingredientes emolientes mas não notei isso na utilização, porém não posso ser injusta a ponto de dizer que a aparência ficou horrível, simplesmente já utilizei produtos baratos que davam um efeito melhor. Além disso o fato de o produto conter óleo mineral me deixou meio desconfiada, eu sei que a l'oréal jamais iria elaborar um produto que estragasse os nossos fios, mas prevenir é melhor que remediar não?
Também estranhei o fato de que o meu cabelo ficou totalmente opaco/sem brilho, o que não era pra acontecer já que o produto previne justamente isso.

Então posso resumir o efeito desse produto assim:
  • porosidade: se reduz não deu pra notar
  • o frizz: não sei porque nem escovei nem pranchei
  • quebra: deu uma melhorada sim. 
  • ressecamento: poderia ser muito melhor
  • opacidade: não resolveu nada!

Os testes foram feitos no meu cabelo: ondulado,fino e com química, nos cabelos de uma amiga: cacheado, fino e com química e no da minha mamis: liso, grosso e sem química. Em todos o resultado foi muito parecido. 


Agora o creme noturno é outra história.

Quando eu comprei esses produtos pensei que estava dando dinheiro perdido no creme noturno, afinal eu usava o da Avon e achava que não poderia existir melhor. Me enganei e feio.
A consistência do produto e o cheiro são iguais ao do creme, mas tem uma diferença básica: esse realmente é muito bom. E além disso não contém óleo mineral
Eu utilizo o creme noturno no cabelo úmido ou seco pois meu cabelo tende a ser mais oleoso na raiz, mas se você tiver o cabelo seco pode usar como creme sem enxágue sem medo de ser feliz. Eu prefiro usá-lo quando os cabelos estão mais secos, pois assim consigo driblar a oleosidade da minha raiz.
Ele sim deixa os cabelos macios e sedosos, e o brilho é o que me deixa mais feliz. Meu cabelo é ondulado e quando ele se revolta só Deus e esse creme noturno tem dado um jeito.

Os resultados do creme noturno foram satisfatórios tanto no meu cabelo, quanto no da minha amiga.

E vocês já usaram algum produto assim?
Postado por Renata Delmondes On 18:41 Seja o primeiro a comentar

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, sua duvida ou sugestão, se possível com nome e e-mail, assim posso respondê-la individualmente.Obrigado pela visita.

Postagens populares

visitantes